#

Sem solidariedade nem sacrifício não haverá sucesso para a América Central

06 de Novembro de 2006 12:00am
godking

Os países lutam entre eles, conseguem a paz, debatem e formam um grupo mais ou menos homogêneo. Exigências, concessões, diferenças. Falamos da América Central, um dos melhores exemplos dos últimos anos, talvez uma utopia que se tornou realidade.

Sete países desta região uniram-se para realizar uma campanha de promoção nos mercados europeu e asiático sob o lema "A América Central, tão pequena e tão grande", e para a abertura em Madri da Agência de Promoção Turística da América Central (CATA), colocando os interesses comuns por cima dos particulares.

Nos últimos três anos este projeto uniu os países centro-americanos ao redor do evento Centroamérica Travel Market (CTM), que teve sua primeira edição na Guatemala, com grande sucesso para os expositores e uma presença aceitável de compradores.

Já no segundo encontro no Panamá houve uma falta de preparação evidente na acolhida aos compradores e nos agendamentos. Inclusive a TACA, a companhia aérea do evento, não funcionou de acordo com as expectativas.

A terceira edição realizou-se recentemente em Honduras, e quando as dificuldades pareciam resolvidas, o comitê organizador decidiu convidar também os compradores norte-americanos, o que provocou um conflito com a Costa Rica, com resultados lamentáveis, devido à decisão do setor privado deste país de não participar do evento, decisão que informaram aos compradores.

O novo ministro do Turismo da Costa Rica, presidente temporário do Conselho Centro-americano de Turismo (CTC), também não participou, de maneira que se produziu um vazio e um novo conflito: não era apenas um país que não estava no encontro, mas o representante de todas essas nações. Felizmente essa decisão não teve qualquer influência nos compradores, que acudiram em massa.

Em 15 de novembro, uma reunião do Conselho irá decidir sobre o futuro da associação, avaliará a situação e disporá as medidas adequadas.

O brilhante trabalho de Ángela San Miguel e sua equipe da CATA nestes anos mereceu o Prêmio à Excelência Turística em sua Categoria de Ouro do nosso grupo editorial, com uma menção especial para o Conselho Centro-americano de Turismo, por ter lutado e conseguido a união para a promoção e o desenvolvimento do turismo no conjunto dos países da região, com importantes êxitos não apenas nas tramitações migratórias, mas também quanto à participação em feiras, a promoção e a comunicação.

Prestamos assim homenagem ao trabalho de integração e promoção de sete países que pela primeira vez na história da América se uniram para avançar num setor tão importante quanto o turismo, realizando ações políticas e sociais para o desenvolvimento regional. O merecido galardão lhes será entregue no âmbito da World Travel Market, de Londres.

Esperamos que este prêmio contribua para a união e para a reconsideração por parte do país de maior desenvolvimento turístico da região e que, sendo o mais reconhecido por todos os membros da associação, compreenda, é essa nossa opinião, que não se pode pôr limites neste campo. Temos a certeza de que o turismo de múltiplos destinos ajudará tanto aos países menos desenvolvidos quanto à continuidade do crescimento turístico na Costa Rica.

Back to top