Iberia fomenta as profissões aeronáuticas entre as jovens

iberia-i-want-to-be

"Quero ser piloto e parece-me que esta é uma experiência muito boa para saber se me vai gostar ou não"; "de maior quero ser engenheira aeroespacial porque sempre fui apaixonado pelos motores” “ter um contato tão direto com seu futuro trabalho, ajuda a descobrir se você realmente gosta e desperta sua curiosidade ".

São declarações de três das 35 primeiras jovens que Iberia reuniu na primeira edição do seu programa "Quero Ser", cujo objetivo é atrair o talento feminino para profissões aeronáuticas como piloto, engenheiro aeronáutico ou técnico de manutenção. 

Muitas destas 35 garotas fazem parte da plataforma Technovation Girls -que fomenta o estudo da tecnologia entre mulheres jovens-, e outras são filhas de empregados da própria linha aérea.

Durante dois dias visitaram a sede de Iberia, suas instalações de manutenção -hangares e oficina de motores-, os simuladores de CAE -empresa líder em formação nos mercados de aviação civil, defesa e saúde-, e tiveram um encontro com as duas primeiras mulheres da Patrulha da Águia.

Estas jovens tiveram a oportunidade de conhecer, por exemplo, Vitória Furtado, técnica de manutenção de aviônica em Iberia desde há mais de vinte anos e única mulher na cadeia 1 do hangar 6 de Iberia onde trabalham mais de 100 pessoas. Também conheceram a Sonia Abellán, copiloto de Iberia de 22 anos, que seguiu a vocação de pilotos como seu pai e seu avô.

"Quero Ser", estimular a vocação aeronáutica entre as jovens

Iberia desenhou "Quero Ser" com um programa que permite a estas jovens se relacionar e conhecer em primeira pessoa o trabalho de mulheres que são engenheiras nas áreas de segurança em voo e qualidade, técnicas de manutenção nos hangares e oficina mecânica de máquinas de Iberia, pilotos de voos comerciais e militares e outras que são instrutoras da academia de aviação de CAE em Madrid, onde se oferece formação para as frotas de Airbus, ATR, Boeing e Bombardier.

Estas jornadas proporcionam a estas jovens maior informação e contato direto com muitas das profissões relacionadas com o mundo da aviação, justo em um momento de suas vidas em que devem começar a orientar seus estudos para sua futura carreira profissional.

Nesta primeira edição do programa "Quero Ser" colaboraram com Iberia Technovation Girls -que se ocupou de realizar a convocação entre as jovens que fazem parte de sua plataforma- e também CAE, empresa com a que a linha aérea mantém um acordo de negócio conjunto para a formação de seus pilotos em simuladores. 

O programa "quero ser" faz parte do Plano de Diversidade e Inclusão que a companhia aérea lançou em 2017 com o objetivo de dar visibilidade ao talento feminino e aumentar a presença de mulheres em todos os níveis e profissões da empresa.

Back to top
The website encountered an unexpected error. Please try again later.