#

Compromisso da Air France com a sustentabilidade

12 de Dezembro de 2019 4:11pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
air-france

Air France e Shell assinaram um memorando de entendimento confirmando sua intenção de abastecer os voos da companhia desde o Aeroporto Internacional de San Francisco empregando uma mistura de combustível de aviação convencional e combustível sustentável (SAF, Sustainable Aviation Fuel, nas suas siglas em inglês) com efeito a partir de 1 de junho de 2020.

Esta colaboração entre Air France, a World Energy e Shell ilustra aquilo que precisa a indústria: um abastecimento de SAF o suficientemente maduro para integrá-lo nas operações diárias das linhas aéreas. O SAF procede principalmente de gorduras e óleos de resíduos não comestíveis.

Este combustível alternativo certificado RSB cumpre com estritos standards de sustentabilidade e pode-se fornecer através do sistema centralizado de hidrantes do aeroporto. A linha aérea prevê que esta iniciativa ajude a evitar as emissões de aproximadamente 6000 toneladas de CO2 durante um período de 16 meses.

Desde 2014 a companhia provou a utilização deste combustível em seus voos comerciais e desde então fez grandes investimentos em inovação, trabalhando em estreita colaboração com pesquisadores.

Este é outro exemplo do compromisso proativo da linha aérea por reduzir seu impacto ambiental em cada passo da cadeia de valor.

Seu programa de desenvolvimento sustentável para 2030 inclui reduzir as emissões de CO2 em um 50%, especialmente graças a importantes investimentos em aviões que poupam combustível.

Anne Rigail, diretora geral de Air France assegurou que os combustíveis de aviação sustentáveis são uma parte fundamental de nossa estratégia de sustentabilidade. Constituem uma resposta concreta e imediata aos desafios ambientais e devemos fomentar sua produção”

Por outro lado, Anna Mascolo, vice-presidente de Shell Aviation destacou que “Junto das novas tecnologias e compensações, os combustíveis de aviação sustentáveis desempenham um papel muito importante na redução das emissões no transporte aéreo. Com uma atuação urgente e a colaboração da indústria é possível voar gerando menos emissões”.

Para concluir Bryan Sherbacow, diretor comercial de World Energy expressou sentir-se “orgulhoso de fazer possível que Air France e Shell possam oferecer uma solução de combustível com baixa emissão de carbono para seus clientes da aviação”.

Back to top