Iberostar posiciona-se no oriente cubano

01 de Agosto de 2019 9:42am
Redação Caribbean News Digital Portugues
iberostar-oriente-cuba

A corrente espanhola Iberostar Hotels & Resorts consolida sua presença no oriente de Cuba com a operação a mais seis instalações hoteleiras nas províncias de Holguín e Santiago de Cuba.

Na região Este da ilha caribenha, a empresa ibérica propõe desfrutar e conhecer, através de sua planta hoteleira e extrahotelera, da história cubana patente nas ruas santiagueras, da cultura e tradições marinhas no povoado de Gibara e da união do mar com o rio na praia Estero em Holguín.

Ana Riscalli, diretora Regional de Operações de Iberostar em Ciego de Ávila e o Oriente cubano, reconheceu que a empresa nos últimos anos tem crescido bastante no país, com ênfase em sua abertura para esta zona.

“O cliente que visita Cuba já não tem que ir necessariamente a Havana ou Varadero, ao invés, pode vir para esta parte da Ilha, rica em lugares patrimoniais, manifestações artísticas autóctones e com umas praias espectaculares de areia branca”, realçou.

A diretora destacou que “Iberostar está a abrir hotéis com uma arquitectura muito linda e em espaços privilegiados quanto a localização geográfica, os quais se distinguem, ademais, pelo selo de qualidade, profesionalidad e modernidae que singularizam à empresa”.

Na terra quente de Santiago de Cuba, nestes momentos operam 3 instalações: Casa Granda, localizada justo no coração da cidade à frente do parque Carlos Manuel de Cespedes; o Imperial, enclavado numa das ruas mais formosas de Cuba: Enramadas, bem perto da baía santiaguera; e o San Félix, situado também nessa central arteria e a escassos metros do Museu do Rum e a Casa da Trova.

O Iberostar Selection Holguín –com posta em marcha em novembro do 2018- tem uma posição privilegiada na praia conhecida como O Estero, a 17 quilómetros do popular balneario de Guardalavaca e a 45 da cidade de Holguín, e desde onde se divisa um verdadeiro espectáculo natural com a confluencia do canal do estero com a praia.

Enquanto no povoado costero de Gibara, a uns 30 quilómetros da cabeceira holguinera, o Ordoño, Arsenita e Praça Colón se erigen como edificaciones repletas de lendas e tradições, que acolhem a quem desfrutam da magia dessa localidade.

Essa mística foi a que convidou ao cineasta Humberto Solás a criar o Festival de Cinema Pobre, hoje o Internacional de Gibara.

Ali mesmo, proximamente, abrirá outro hotel, Baía do Almirante com uma vista de primeira linha dessa rada pela que navegou Cristóbal Colón em outubro de 1942.

“Em Gibara também nos estendemos com instalações extrahoteleras como o complexo O Faro e o restaurante gourmet Rio de Mares, com os quais intencionamos uma rota gastronómica na que se combinam os sabores tradicionais da localidade com as últimas tendências da culinaria ibéria”, agregou Riscalli.

A estas unidades unem-se-lhe o Clube Náutico, o centro cultural Século XX e o bar O Coral.

Para o 2020, temos previsto a posta em marcha do Iberostar Selection Almirante em Guardalavaca.

“Este será o único cinco estrelas dessa praia, reconhecida internacionalmente por sua areia branca e águas verde azuis, e disporá de 515 habitações, parque acuático, spa, quatro restaurantes especializados e outros atractivos mais”.

Com 26 anos de presença em Cuba, Iberostar Hotels & Resorts opera mais 20 hotéis no território cubano, e aspira a chegar a 30 em 2022, todos fiéis a seu selo distintivo de qualidade e excelência.

Back to top
The website encountered an unexpected error. Please try again later.