#

Brasil: setor hoteleiro está otimista para o Carnaval 2020

10 de Fevereiro de 2020 4:32pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
carnaval-brasil

O Carnaval deste ano deve ser melhor do que o de 2019 para turismo. Esta é a expectativa do setor hoteleiro. Os empresários apostam que a taxa de ocupação de pousadas e hotéis de alguns dos principais destinos turísticos brasileiros será superior à registrada no ano passado.

Entre os fatores que podem contribuir para um bom momento do turismo no Carnaval estão a valorização do dólar frente ao real. Isso deve atrair mais estrangeiros e estimular os brasileiros a viajarem pelo Brasil.

Um levantamento preliminar da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih Nacional) indica que, em várias capitais, a quantidade de reservas de hospedagem para a folia já supera a do mesmo período do ano passado. Embora não abranja todo o país, a pesquisa da associação contempla alguns dos principais destinos turísticos nacionais.

O otimismo do setor hoteleiro encontra amparo no resultado de uma pesquisa que a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou esta semana. Segundo a entidade, o conjunto das atividades turísticas relacionadas ao carnaval deverá movimentar cerca de R$ 8 bilhões este ano. Comparada a 2019, a cifra representa um aumento real de apenas 1%. Ainda assim, é o maior volume de receitas desde 2015.

Setor hoteleiro prevê lotação máxima em Salvador

No nordeste, os hotéis de Maceió (AL), Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB) já estão com 75% da capacidade ocupada. Este é o mesmo índice registrado em 2019 durante o feriado. A expectativa, contudo, é que, até a próxima sexta-feira (14), esta taxa aumente com a chegada dos viajantes de última hora e supere a do ano passado.

Em Recife (PE), 95% das reservas já foram confirmadas, indicando uma maior movimentação. Em Natal (RN), a estimativa é alugar 90% do total de leitos disponíveis, contra os 88% alcançados em 2019. Já em Salvador, principal destino turístico da região, a lotação deve ser total.

Ainda segundo a Abih Nacional, a ocupação dos hotéis do Rio de Janeiro (RJ) também deve superar o índice registrado no ano passado. Setenta e quatro por cento das reservas já foram confirmadas. Ou seja, há expectativa de uma ocupação de, no mínimo, 90% da capacidade hoteleira. Em 2019, a taxa de ocupação na capital fluminense foi de 74%. Também na Região Sudeste, Belo Horizonte (MG) deve atingir uma taxa de ocupação da ordem dos 80%. Mas na capital paulista a taxa deve ficar em 60%.

Na região Norte, a associação destacou a expectativa do setor hoteleiro de Belém, que prevê 90% de ocupação.

No Sul do país, Florianópolis estima uma ocupação de 75%. Enquanto no Paraná, a taxa de ocupação em Foz do Iguaçu e nos pontos mais visitados do litoral paranaense pode chegar a 85%. Em Curitiba, 54% dos leitos disponíveis deverão ser ocupados, ajudando a movimentar a economia local.

Por fim, em Porto Alegre, o maior movimento deve ser registrado na região das Hortênsias, que inclui Gramado e Canela. Otimista, o setor hoteleiro espera operar com lotação máxima durante o Carnaval.

 

Back to top