#

Grupo Gaviota anuncia novas aberturas hoteleiras

07 de Outubro de 2019 12:53pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
gaviota-habana

Por Jorge Ignacio Coromina

A segunda Bolsa Turística “Destinos Gaviota” desenvolveu-se com todo o sucesso na praia de Varadero, nesta oportunidade com mais de 760 delegados pertencentes a importantes agências de viagens, operadores de turismo e linhas aéreas de Cuba e dos principais mercados emissores de turistas à Ilha.

Frank Ostulki Rodríguez, vice-presidente de Marketing do Grupo Gaviota, explicou que essa empresa tem em Havana um de seus principais palcos para o desenvolvimento turístico, com uma importante capacidade de recepção e vários estabelecimentos que destacam entre os mais importantes da capital cubana.

A Gran Manzana Kempinski, que no ano 2016 inaugurou a oferta de alojamentos de luxo no país, bem como o Iberostar Grand Packard, o Palácio Cueto figuram entre as instalações mais sobressalientes que opera Gaviota em Havana.

“Outras 433 habitações constroem-se nestes momentos em Havana, distribuídas fundamentalmente entre os hotéis Marqués de Cárdenas e Monte Formoso, o Grande Hotel e o recém inaugurado SO Passeio do Prado, da corrente francesa Accor”, explicou o senhor Ostulki aos presentes, quem acrescentou que o Grupo Gaviota possui 3 mil 363 habitações em execução em Havana.

Além da capital cubana, Varadero é outro destino de grande importância para Gaviota. No principal destino de sol e praia do país, o grupo conta com 9 mil 594 habitações hoteleiras distribuídas em 16 hotéis de categoria 4 e 5 estrelas. A empresa está a executar mil e 226 novas habitações em outros quatro hotéis a inaugurar proximamente.

Frank Ostulki recordou como, desde um início, o Grupo Gaviota concebeu seu crescimento associado ao desenvolvimento das atividades náuticas no país. “Isso explica que Marinhas Gaviota seja uma de nossas mais importantes empresas, com presença também, além de Varadero, em Cayo Santa María, Cayo Coco e o porto de Nuevitas na província de Holguín, onde explode uma moderna frota de embarcações de recreio para a pesca desportiva, a contemplação submarina e a vida a bordo”, disse o vice-presidente de Marketing do Grupo Gaviota.

Na cayería norte de Villa Clara, em Jardins do Rei e em Holguín, Gaviota tem inaugurado recentemente vários alojamentos, que somam ao todo pouco mais de 2 mil e 500 novas habitações e que elevam o nível de exploração do grupo nesses destinos em 33 mil e 020 quartos hoteleiros em 95 alojamentos.

“Confirmando a informação oferecida em maio passado no marco de FITCuba 2019, retiro a posta em exploração nuns meses, em Cayo Guillermo, do primeiro hotel dedicado ao segmento LGBTI, com 250 habitações, e a abertura, nesse próprio destino, de uma segunda instalação de faixa alta, com 255 habitações nas imediações de Praia Pilar, que somar-se-á a nossa oferta de sol e praia de luxo nesse destino”, disse o senhor Ostulki em outra parte de sua intervenção.

Em Cayo Cruz, o novo destino turístico cubano localizado ao norte de Camagüey, o Grupo Gaviota já tem em exploração um magnífico hotel de 546 habitações, junto a outra instalação de 60 quartos. Uma das características de Cayo Cruz é a de possuir, em opinião de experientes do sector, uma das praias mais formosas e extensas do Caribe todo.

Destinos Gaviota é um espaço propício para a troca profissional e para que os delegados conheçam de primeira mão as novidades do grupo de turismo Gaviota e de seus sócios comerciais em Cuba.

À primeira edição, celebrada em 2018, foram mais de 300 representantes de diversas empresas. Neste ano, no entanto, o evento consolidou-se como uma das carteiras mais sobressalientes e atraentes dedicadas ao setor do turismo com que conta Cuba nestes momentos.

Back to top