#

Nova fusão entre Globalia e Barceló aposta por liderança no mercado

25 de Novembro de 2019 4:52pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
barcelo-globalia

Mal num mês após ter vendido Air Europa a Iberia, Globalia tem fechado um acordo com o Grupo Barcelo para fundir seus negócios de agências de viagens, segundo têm confirmado ao MUNDO desde Globalia.

O grupo resultante será um gigante do sector, o maior em pontos de venda. Ambas as companhias já colaboravam em Mundosenior, o grupo que vende parte dos pacotes de viagens do Imserso.

As negociações têm estado lideradas por Javier Hidalgo, CEO do Grupo Globalia, e Simón Pedro Barceló, em representação da outra metade.

A fusão, que será ao 50%, está ainda pendente da aprovação de Concorrência. Depois da união, o grupo resultante terá mil e 500 pontos de venda e sua faturação ascenderá a três mil e 700 milhões.

A união produz-se num momento de incertezas para o sector. A quebra do turoperador britânico Thomas Cook, que era o que mais turistas trazia a Canárias, provocou uma crise, pois se esperava que seu desaparecimento impactasse negativamente no sector e inclusive se pôs em dúvida o futuro dos turoperadores.

Faz numas semanas IAG, grupo ao que pertence Iberia, anunciou a compra de Air Europa através da linha aérea por mil milhões de euros. Globalia desfazia-se deste negócio e centra-se agora no de viagens.

 

Grupo Barceló
 

Integrado por Barceló Hotel Group, corrente que conta com mais de 250 hotéis em 22 países; e pela divisão de viagens Ávoris, que tem umas 700 agências de viagens em quatro continentes, vários turoperadores, e inclusive uma companhia aérea.

Ao fechamento de 2018 o grupo obteve uma cifra de negócios de uns quatro mil 383 milhões de euros e um EBITDA de 348 milhões de euros. Globalia faturou três mil e 850 milhões em 2018 e conta com 15 mil 000 trabalhadores.

Back to top