#

Cúpula da Celac tratará de importantes temas para a região

26 de Janeiro de 2016 1:19pm
editor
Cúpula da Celac tratará de importantes temas para a região

O chanceler equatoriano Ricardo Patiño adiantou no dia 25 de Janeiro que a Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), a celebrar-se no Equador amanhã 27 de janeiro tratará acerca do processo de paz na Colômbia e a situação eleitoral no Haiti.

O chefe da diplomacia equatoriana revelou que o governo colombiano solicitou que durante o encontro regional fossem tratados os avanços das negociações iniciadas em 2012 com a guerrilha.

“Expuseram-nos que fosse tratada a forma em que avança o processo de paz, e como a Celac pode contribuir em condição de observadores no processo de entrega das armas que se prevê conseguir neste ano”, explicou.

Patiño acrescentou que o governo haitiano também está interessado em que a reunião dos máximos representantes dos 33 países membros do bloco de integração discuta a situação que vive essa nação caribenha, depois da suspensão do segundo turno eleitoral previsto para o próximo domingo.

De acordo com o chanceler equatoriano, o governo haitiano quer que a Celac emita um pronunciamento de apoio à democracia nesse país, informou a Prensa Latina.

O funcionário equatoriano reiterou que a Celac está muito mais preocupada por temas de interesse geral como a luta contra a pobreza extrema e a desigualdade, e a atual conjuntura econômica internacional.

A propósito, a Celac permite aos povos pensar no desenvolvimento de seus próprios recursos, capacidades e potencialidades, ressaltou a embaixadora da Venezuela no Equador, Carol Delgado.

Para a diplomata, esta qualidade é vital porque os países da América Latina e do Caribe sempre têm sido vistos como apêndices ou colônias de outros.

A 4ª Cúpula do bloco, fundado em 2010 será efetuada em 27 de janeiro na sede da União das Nações Sul-americanas, situada na chamada Cidade Metade do Mundo, a uns 15 quilômetros ao norte de Quito.

Durante o encontro, o presidente Rafael Correa entregará a presidência pro tempore da Celac a seu homólogo dominicano, Danilo Medina.

Back to top