#

Mais de 80 mil imigrantes chegaram à Europa este ano

12 de Fevereiro de 2016 6:38pm
editor

Cerca de 80 mil imigrantes chegaram à Europa neste início de 2016, o que significa uma média de duas mil chegadas por dia, informou hoje a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).
O relatório detalhou que em apenas seis semanas foram registradas mais chegadas que nos primeiros quatro meses do ano passado, o que confirma a continuidade e agudização da crise migratória.

A ACNUR destacou que o movimento cresce apesar do embravecido mar, do duro inverno e das difíceis condições das viagens, por isso os números dos próximos meses -quando melhorar o tempo com a chegada do verão- poderiam aumentar.

Enquanto alguns setores apresentam a situação como se se tratasse de uma migração por razões econômicas, a agência da ONU indicou que 91 por cento dos registrados procedem dos países que mais emitem refugiados no mundo, por causas como a guerra e a perseguição, principalmente Síria, Afeganistão e Iraque.

A ACNUR advertiu também que mais de 400 pessoas morreram em naufrágios que ocorrem quase diariamente e a cifra poderia ser superior, pois alguns nem sequer são captados pelos radares.

Em 2015 mais de um milhão de refugiados chegaram ao denominado velho continente, no que se considera a pior crise desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), enquanto a União Europeia (UE) não tem sido capaz de articular uma resposta conjunta e eficaz diante do fenômeno.

Um dos maiores avanços conseguidos foi aprovar um programa para realocar 160 mil demandantes de asilo, mas sua implementação caminha muito lenta, pois apenas cerca de 500 foram distribuídos.

Frente à postura da UE, caracterizada por medidas de força como demandar a intervenção da Organização do Tratado do Atlântico Norte, diversas organizações humanitárias pedem para se concentrar esforços em dar uma atenção digna aos estrangeiros e estabelecer canais legais de migração para evitar fluxos irregulares.
 

Back to top