#

Inteligência artificial ao serviço do turismo em Kyoto

inteligencia-artificial-kyo

Kyoto City Tourism Association, KCTA, o escritório de turismo da milenária capital japonesa, pôs em marcha a iniciativa Kyoto Tourism Navi que, baseada em inteligência artificial, prediz o nível de conforto turístico da cidade toda e propõe rotas alternativas com menos densidade de visitantes.

O objetivo desta ferramenta é fazer mais cómodas e agradáveis as visitas reorganizando o fluxo de pessoas, o que contribui a aumentar a satisfação dos viajantes e dos habitantes desta urbe.

Kyoto Tourism Navi está disponível no site web do escritório de turismo de Kyoto e tem o formato de um calendário que antecipa, com seis meses de antemão, o nível de conforto que os visitantes encontrarão na cidade toda.

A predição é o resultado de cruzar dados, dos últimos três anos, de variáveis como a geolocalização dos móveis, o tempo, nos dias da semana ou a densidade de visitas em certos pontos urbanos, que se obtêm graças à colaboração com empresas privadas.

Empregando a inteligência artificial, a aplicação pode determinar, com um alto grau de exatidão, cinco níveis de congestão global para todas as áreas urbanas e atrações turísticas da cidade.

Ademais, permite às autoridades de turismo da cidade descentralizar e reordenar os fluxos turísticos, descobrindo aos viajantes lugares, espaços e monumentos menos conhecidos, mas igualmente atraentes, já que esta ferramenta também propõe alternativas próximas e com menos volume de visitantes, como Yamashina-ku, um dos onze distritos históricos de Kyoto com seus espetaculares palácios e canais, ou a majestosa Ohara, onde se encontra o mágico templo de Sazen-In, com seus impressionantes jardins e templos.   

Deep learning e inteligência artificial para prevenir o sobre turismo

‘KCTA está comprometida a prevenir a congestão da cidade e a lutar contra o overtourism, para garantir que seguimos oferecendo a melhor experiência para os milhões de visitantes que todos os anos elegem Kyoto para suas férias’, explica Takuya Horie, especialista em Planejamento e Marketing de KCTA.

Ainda que Kyoto recebe viajantes de forma constante ao longo de ano, há certos períodos como a floração da cerejeira (abril-maio), os festivais de verão (julho) e outono (setembro-outubro), no que aumenta consideravelmente o volume de viajantes; pelo que as autoridades esperam que iniciativas como estas contribuam à desestacionalização do destino.

Kyoto Tourism Navi está a implementar-se em várias fases. A primeira, lançada em ocasião do momiji (temporada da mudança de folhagem), inclui dados concretos da zona oeste de Arashiyama, uma das mais conhecidas da cidade por seu célebre bosque de bambu.

Os resultados desta etapa permitirão ajustar a ferramenta para ampliá-la progressivamente, de forma que se ofereçam predições específicas para bairros como Gion / Shimizu ou Fushimi, muito visitadas pelos viajantes.

Desde seu lançamento este outono, o site de Kyoto Tourism Navi oferece prognósticos globais de densidade de turistas em toda a cidade e também responde às perguntas dos utentes, oferecendo propostas e rotas menos conhecidas, planos alternativos nas zonas cercadas e faixas horárias nas que baixa o volume de visitas.

Ademais, a ferramenta permite que os utentes reajustem a predição, recheando um questionário no que podem mostrar as discrepâncias entre o nível de conforto percebido e o que mostrava a aplicação. Isto contribui a fazer mais preciso o prognóstico, que se atualiza regularmente.

Back to top