#

Cuba quer ser a porta da China para o Caribe

11 de Novembro de 2019 9:25pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
turistas-chinos-cuba

Cuba quer se converter na porta do Caribe para o crescente número de turistas chineses que procura opções de espairecimento em outros países, assegurou a máxima autoridade do setor na ilha caribenha, Manuel Marrero.

 Durante uma visita a China, o ministro assinalou que a nação asiática tem um potencial muito grande para Cuba apesar de alguns inconvenientes relacionados com a distância e a conectividade.

Ao redor de 160 milhões de chineses viajaram como turistas em 2018 em nível internacional e quase 50 mil deles escolheram Cuba o que representou um incremento interanual do 10 por cento.

Segundo Marrero, aplicam-se novas medidas que permitirão duplicar essa cifra nos próximos dois ou três anos.

'Temos revisado e fortalecido a estratégia para o meio chinês, queremos fazer as coisas diferentes e ir um pouco mais ao detalhe com esse público em particular', assinalou.

As autoridades cubanas dialogam com México e República Dominicana para oferecer-lhes pacotes turísticos de múltiplos destinos a quem decidam fazer a viagem desde China, disse Marrero.

Acrescentou que se procuram colaborações com empresas e institutos de investigação chineses para desenvolver produtos turísticos adaptados aos gostos da milenária nação.

Com a Academia de Turismo de China, indicou o ministro, estuda-se a possibilidade de assinar um convênio para que seus experientes viajem a Cuba a dar seminários, enviem pessoal aos hotéis e também especialistas cubanos viam a China a receber capacitação.

Também mencionou a estreita colaboração que existe neste campo com o Ministério de Cultura e Turismo do país asiático.

Fortalecer a preparação para ultrapassar a barreira idiomática resulta uma prioridade para conseguir os objetivos, detalhou Marrero. Para Cuba será fundamental contar com guias que falem a língua e que conheçam o produto turístico.

Cuba, agregou, promove alianças com empresas chinesas de internet, entre elas Ctrip, a maior agência de viagens em linha do país, e o gigante de pagamentos em linha Alipay, a fim de impulsionar uma interação mais fluída e poder cobrir todas as necessidades e expectativas dos visitantes.

Back to top