Europa: temperaturas serão mais intensas a partir desta quinta-feira

27 de Junho de 2019 11:42am
Redação Caribbean News Digital Portugues
ola-de-calor-italia

Uma onda de calor começou a chicotear esta segunda-feira para a Europa, com temperaturas que poderiam superar os 40° esta semana em vários países do continente.    

A onda de calor vem do Saara e com o aquecimento global, causado principalmente pelas emissões de gases de efeito estufa, estes fenômenos que antes de eram excepcionais, se poderiam repetir com mais frequência, notam os cientistas.    

Na Espanha, a Agência Meteorológica (AEMET) publicou umas séries de recomendações para enfrentar as temperaturas altas que inclui-se hidratar, cobrir a cabeça e evitar fazer exercício baixo o sol.    

 O país teme se repetir uma onda de calor assim de 2003 que causou a morte de 15.000 pessoas, principalmente velhos.    

"É um fenômeno sem precedentes porque está acontecendo no começo de junho, nós não vimos isto de 1947", explica Emmanuel Demael, perito da agência meteorológica francesa a Meteo-França.   

Demael prevê que quebrará recordes durante o mês, "e em alguns lugares recordes para todos os meses combinados."   

As temperaturas serão mais intensas a partir desta quinta-feira, de acordo com as agências meteorológicas, e é provável que a umidade alta impeça até mesmo mais as condições, especialmente à noite.    

Logo Caribbean News Digital propõe um olhar ao fenômeno da situação que alguns países do continente estão vivendo:   

Suíça   

Para isto, as autoridades suíças emitiram alertas de nível quatro, a máxima da escala, em regiões do norte e sul do país onde se prevê que as temperaturas rondem sobre os 39 graus, de acordo com o portal Meteoalarm, a web da União europeia que oferece informação meteorológica continental.   

Eles especialmente serão afetados nas regiões de Valais, Tesino (sul) e Basileia (norte).   

Alemanha   

Na Alemanha, embora esta quarta-feira que foram previstas temperaturas altas a entrada de ar frio do norte de Europa evitará a ascensão dos termômetros, informou o Serviço Meteorológico alemão (DWD).   

Porém, se prevê que em alguns lugares os valores tocam o recorde que continuam ser de 40,3 graus centígrados que foram alcançados entre os 5 e 7 de julho de 2015 na cidade Bávara de Kitzingen é Principal (sul).   

Na terça-feira as temperaturas chegaram aos 36,8 graus em Düsseldorf (oeste), de acordo com as inscrições de DWD, mas em algumas regiões ou estações de medição foram alcançados seus próprios recordes históricos.   

Durante próximos dias um declive é esperado de até 20 graus sobre os valores desta quarta-feira, porém o DWD anunciou que o fim de semana as temperaturas ascenderão novamente sobre os 30 graus.   

França   

Na França o calor continua apertando e esta quarta-feira a Météo-França declarou a alerta laranja em 65 departamentos, incluida a região de Paris, para temperaturas sobre os 35 graus na maioria do país, e máximo de 40 na região central de Auvergne-Ródano-Alpes.   

Como consequência, a Prefeitura da Polícia parisiense aplicou esta quarta-feira limitações à circulação de veículos na área metropolitana de automóveis de diésel registrados antes de 2010 e de gasolina prévio a 2005, meça que continuará efetiva esta quinta-feira quando prevê de Météo-França que será o dia mais quente nesta onda de calor.   

Itália   

Em Itália a pior coisa é ainda chegar de acordo com as previsões meteorológicas, e se prevê temperaturas recordes em áreas como o norte de Itália que não se têm registradas para mais de um século.   

Esta quarta-feira, Itália já imersa por completo na onda de calor teve 19 cidades em alerta laranja, entre eles Florença, Roma, Perugia ou Rieti, e na quinta-feira e na sexta-feira passará até mesmo a situação de emergência que de acordo com o Ministério de Saúde, insinua efeitos negativos para todas as pessoas incluindo as mais saudáveis e ativas.   

Deste modo, o Papa Francisco não ficou livre do calor excessivo em Roma, para o ponto que teve que secar a transpiração com um lenço durante a audiência desta quarta-feira antes do olhar de cem de crente que se protegeram com guarda-chuvas e se cobriram a cabeça com chapéus ser protegidos do sol sufocante.   

Na quinta-feira se prevê alerta vermelha em seis cidades e alerta laranja em outras 16, enquanto em Alessandria os termômetros poderão acabar registrando temperaturas entre os 42 e 43 graus e em Milão os 42.   

Reino Unido   

Passando o Canal da Mancha, o calor ainda não chegou para o Reino Unido, embora o Escritório Meteorológico britânico (Met) prevê para as temperaturas de fim de semana de até 31 graus em várias áreas do país.   

Na sexta-feira as temperaturas começaram a ascensão e se prevê valores ao redor dos 28 e 29 graus em "algumas áreas ocidentais ou Sudoeste do Reino Unido."   

“Enquanto concretamente em áreas do leste da Inglaterra, Londres e os municípios limitando, Lincolnshire e partes de Yorkshire no norte, os termômetros poderão registrar 30 ou 31 graus no sábado”.   

Espanha   

Na Espanha o calor das últimas horas será intensificado desta quinta-feira quando as temperaturas ascenderem principalmente no centro e leste do país com valores entre os 40 e 42 graus e noites tropicais de entre 21 e 24 graus em alguns capitais regionais.   

Antes da situação de calor extremo, as autoridades sanitárias recomendam para beber muito líquido a ser hidratado e evitar as horas de mais calor.   

Fonte: EFEverde   

Back to top
The website encountered an unexpected error. Please try again later.