#

Maioria de praias mexicanas livram-se do sargaço

10 de Outubro de 2019 4:13pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
quintana-roo

A rede de monitoramento de México tem reportado 18 praias do estado de Quintana Roo completamente livres de sargaço, as quais estão localizadas principalmente em Holbox, Chiquilá, Ilha Mulheres e a parte frontal de Cozumel.

Em Cancun a maioria dos arenais têm níveis muito baixos de sargaço, com exceção de Praia Marlín, cuja quantidade é moderada, e praia Coral, onde é abundante. As praias do corredor Cancun- Porto Morelos apresentam abundância moderada de sargaço, enquanto as de Praia do Carmen a Tulum têm níveis entre moderados e baixos, segundo informa Novidades Quintana Roo.

A mancha de sargaço no mar do Caribe reduziu-se em setembro até um 81% em comparação com os meses do verão, ao passar de uma extensão de mil 200 a 240 quilómetros quadrados.

Segundo com o monitoramento que realiza a Universidade do Sul de Flórida em Conjunto com a NASA (National Aeronautics and Space Administration), a abundância de sargaço no oceano durante setembro foi inferior às reportadas no mesmo período de 2018, 2015 e 2017.

Ademais, as predições indicam que nos meses de outubro, novembro e dezembro continuarão com a mesma tendência à baixa, de maneira que se prevê que se reduza ainda mais a quantidade de sargaço que chega à costa de Quintana Roo.

Em todas as regiões, estreito de Flórida, Golfo de México, Mar Caribe e Atlântico, o monitoramento estima que há umas 3 mil toneladas métricas de sargaço flutuando, enquanto em setembro de 2017 foram cinco; 6.1 em 2015 e 6.3 em 2018. As mudanças obedecem principalmente a que nesta temporada predominam mais os ventos provenientes do norte, bem como as mudanças nas correntes marinhas.

Também os turistas têm tido um descanso da presença desta macroalga pela chegada de frentes frios e ondas tropicais, segundo tem indicado Estavam Amaro, coordenador da Rede de Monitoramento de Sargaço.

Por outro lado, cabe destacar que Mayuli Martínez Simón, senadora da Partido Ação Nacional (PAN), tem apresentado uma proposta que propõe a atribuição de 15% dos rendimentos por Direito de Não Imigrante (DNR) para o combate ao sargaço.

Ademais, o Conacyt tem lançado um micro sitio que permitirá difundir informação finque que permita realizar investigações sobre este fenómeno.

Back to top