ETIAS afetará a 15 países de América Latina

29 de Agosto de 2019 1:47pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
ETIAS, nova permissão de entrada a Europa

A nova permissão de entrada a Europa afetará a 15 países de América Latina, cujos cidadãos deverão tramitar previamente uma permissão especial, via electrónica, denominada Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS, pelas suas siglas em inglês). A nova normativa é aplicável aos países que não requerem visto para ingressar à União Europeia pelo que estão isentos Bolívia, Cuba, Equador e República Dominicana.

Assim o explica a página oficial www.etiasvisa.com onde se detalham os pormenores deste novo requisito cuja implementação se deu conhecer em 2018, mas tem sido agora quando se conseguiu o visto bom do Parlamento e o Conselho Europeu para se fazer efetiva.

A permissão será um requisito, efetivo a partir de 2021, para os cidadãos de Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Um dos objetivos principais de ETIAS é que contribua à segurança das fronteiras europeias. “ETIAS é uma ferramenta de segurança que ajudará a identificar possíveis ameaças e riscos associados às pessoas que desejam viajar a qualquer dos países na Zona Schengen. É necessário saber quem cruza nossas fronteiras. De maneira que teremos conhecimento de quem viajam a Europa, inclusive dantes de que entrem”, assinalam as autoridades.

Esta permissão é um sistema que permite pré-selecionar aos viajantes dantes de que tomem um avião. Toda a informação proporcionada na solicitação ETIAS será examinada e comparada com uma série de bancos de dados de segurança como a Interpol e Europol.

ETIAS

Atualmente há 60 países que precisam solicitar a permissão de viagem ETIAS para poder visitar a Zona Schengen. A autorização está desenhada para viagens de estadia curta de até 90 dias, pelo que aplica para viagens de negócio ou de turismo.

Back to top
The website encountered an unexpected error. Please try again later.