#

Especialistas analisam proteção do Patrimônio da Humanidade no Caribe

22 de Maio de 2013 9:25am

A Unesco tem 21 sítios classificados como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade no Caribe e diversos países da região aspiram a incluir novos sítios na lista, o que está ligado a uma gestão rigorosa e a uma política cultural capaz de deixar esse patrimônio às novas gerações.

As estatísticas mostram que a pressão aumenta quando um sítio é inscrito na lista do patrimônio mundial.

Cuba tem nove dos 21 sítios da região e de 13 a 17 de maio acolheu a Segunda Oficina do Caribe sobre Gestão de Riscos do Patrimônio. Convocados pela Unesco, 30 experts provenientes de Aruba, Cuba, Haiti, Colômbia, Chile, República Dominicana e representantes de organizações  internacionais ligadas à Convenção de Patrimônio Mundial reuniram-se em Havana Velha.

Os participantes ouviram uma presentação do Instituto de Meteorologia sobre a atuação deles em caso de furacões, da Defesa Civil de Cuba e do historiador da cidade, Eusebio Leal.

Outra das atividades foi a visita ao vale de Viñales onde visitaram um centro de gestão de riscos e conversaram com camponeses que têm contribuído com soluções locais após os furacões que têm açoitado a zona.

Back to top