#

Ilhazinhas cubanas, o terceiro destino mais importante da ilha

04 de Maio de 2018 12:26pm
coordinador
Ilhazinhas cubanas, o terceiro destino mais importante da ilha

O Ministro do Turismo de Cuba, Manuel Marrero Cruz, destacou a segurança oferecida pela ilha para os turistas e salientou que "é um país seguro, nenhum crime organizado, nenhuma tolerância a pragas, tais como drogas, sem seqüestro nem terrorismo, sem ataques de qualquer tipo”. 

Numa conferência de imprensa no âmbito da Feira de Turismo de Cuba (FITCUBA), o funcionário salientou que esta nação foi reconhecida como um dos destinos mais seguros do mundo durante a Feira de Turismo na Espanha, FITUR, em Madrid.

Visite nossa galeria de imagens

O ministro explicou que a ilha tem 69 mil 41 quartos, dos quais 63 por cento são hotéis quatro e cinco estrelas, dos quais 74 por cento estão localizados em destinos de sol e praia em mais de 960 quilómetros de costa. 

No ano passado Cuba recebeu quatro milhões 689 mil visitantes, que não só excedeu os prognosticos em 11,6 por cento, mas também cresceu 16,2 por cento, apesar do furacão Irma e as novas medidas do governo atual dos EUA, disse ele.

Isso se deveu ao aumento de visitantes, especialmente nos oito primeiros meses do ano, o que permitiu um crescimento acumulado 26% superior ao de todos os destinos turísticos do Caribe, disse ele. 

No entanto, ele reconheceu que após o furacão houve uma diminuição nos turistas internacionais. Após o evento, o turismo cubano conseguiu se recuperar em novembro de 2017, ou seja, um ano dois meses após o ciclone.

A autoridade cubana disse que a cada ano, 207 milhões de turistas chegam à América, representando um crescimento de 3,0%; a América do Sul liderou essa porcentagem com 7,0%, seguida pela América Central e Caribe, ambas com 4,0%. 

Ele também enfatizou a oferta turística das várias ilhotas que estão localizadas na província de Villa Clara, a quem descreveu como o terceiro ponto de interesse no país depois de Havana e Varadero, compreendendo 10 quilômetros de comprimento com praias de areia branca e água azul-turquesa.

As ilhazinhas que hospedam o FITCUBA 2018 têm 10 mil quartos em 17 hotéis e uma rede hoteleira que tem Dolphinarium, discotecas, bares, marinas e quatro shopping centers, bem como um aeroporto doméstico.

Marrero Cruz destacou que os hotéis da região foram construídos em harmonia com a natureza e possuem um sistema próprio de geração de eletricidade, além de um sistema de tratamento de efluentes e resíduos orgânicos.

Segui a nossa cobertura de FitCuba 2018 nas redes sociais.
Facebook, Twitter e Instagram
#FitCuba2018 #Excelencias20 #CayoSantaMaría

Back to top