#

Buenos Aires, Capital Ibero-americana da Cultura Gastronómica 2017

17 de Novembro de 2016 4:27pm
coordinador
Buenos Aires, Capital Ibero-americana da Cultura Gastronómica 2017

A Assembléia Geral da Academia Ibero-americana de Gastronomia (AIG) apresentou esta sexta-feira de um modo formal a Buenos Aires como a Capital Ibero-americana da Cultura Gastronómica 2017, como parte da Assembléia Geral Ordinária que acontece os dias 11 e 12 na Argentina.   

A designação de Marca foi concedido pela Academia Ibero-americana de Marca de Gastronomia o 29 de Março de 2016 no ámbito da celebração da Assembléia Geral da Academia Ibero-americana de Gastronomia que aconteceu em Madrid em 28  de Janeiro de 2016.   

A Academia Argentina pediu esta distinção para sua capital que junta todas as exigências que fizera-a merecedora. Mérida, na Espanha, é a Capital atual, e o ano passado a posição estava ocupada por Guanajuato (México) e a Córdoba (Espanha) em 2014.    

"O país e a cidade são renascer de seu próprio território. A gastronomia mostra a cadeia de valor federal que está atrás de cada prato que um cozinheiro Argentino prepara", afirmou o no ato oficial  o Secretário de Turismo de Argentina, Gustavo Santos.   

Camilo Suárez, presidente da Associação de Hotéis, Restaurantes, Doçarias e Cafés (AHRCC), disse por outro lado que ser a Capital é o desafio para que o setor público e privado se unam e alcancem um resultado esplêndido; enquanto Rafael Ansón, presidente do AIG, exortou que a mesa volte para ser o grande espaço de convívência.   

A sua oferta inesgotável e a excelência da cozinha fazem de Buenos Aires um referente gastronómico excelente a nível mundial. Em 2013, mais de 80 mil leitores da exclusiva revista especializada Condé Nast Traveller escolhera-a como a melhor cidade turística de Centro América e América do Sul, principalmente pela sua cultura e gastronomia. Também, um dos seus restaurantes era escolhido entre os 10 melhor de América Latina em 2015, pelo ranking de The World 50 Best.    

Chefes de cozinha do mundo inteiro fins chegam para se formar e abrir seus restaurantes e os turistas novos vêm à procura do típico assado crioulo, os pratos com influência andina, as receitas tradicionais de imigrantes espanhóis e italianos e todo o tipo de delícias.   

Como Capital Ibero-americano da Cultura Gastronómica, durante todo o 2017, o Buenos Aires organizará atividades especiais e propor diferente experiências gastronómicas a cada visita que quer descobrir a cozinha da cidade.    

RECONHECIMENTO PARA A EXCELÊNCIA DE GASTRONÓMICA    

A Capital Ibero-americano da Cultura Gastronómica é uma designação de marca que acredita a Academia Ibero-americana de Gastronomia para outorgar um reconhecimento à excelência de gastronómica de um destino de um dos países Ibero-americanos que são representados na Academia Ibero-americana.    

As Academias que integra-a são: Real Academia de Gastronomia (Espanha), Academia Mexicana de Gastronomia, Academia Brasileira de Gastronomia, Academia Colombiana de Gastronomia, Academia Portuguesa de Gastronomia, academia Peruana de Gastronomia, Academia da República Dominicana de Gastronomia, Academia Chilena de Gastronomia, Academia Argentina de Gastronomia, Academia Andaluz de Gastronomia e Capítulo USA-Leste da Academia.   

A tudo isso deveriam somar a incorporação das Academias de Cuba, Panamá e Venezuela que foram admitidas por unanimidade na mesma Assembléia, e então eles passam para ser parte ativa do AIBG.   

A Academia Ibero-americana de Gastronomia tem como objetivo fomentar "a investigação, popularização e proteção das cozinhas e atividades gastronómicas características das diferentes regiões e cidades Ibero-americanas, como também levar ao cuidado da pureza de suas tradições, apoiar sua modernização e impelir desempenhos integráis no campo da cooperação internacional e solidariedade".  

Back to top