#

Caraibas regista maior crescimento turístico que outras regiões , confirma a CTO

18 de Fevereiro de 2016 4:12pm
editor
Caraibas regista maior crescimento turístico que outras regiões , confirma a CTO

O turismo nas Caraibas cresceu em 2015 aproximadamente um sete por cento , até os 28,7 milhões de visitas,  uma taixa superior de 4,4 por cento registada a nivel  global.
Hugh Riley, Secretario Geral da Organização de Turismo das Caraibas (CTO) anunciou que pela primeira vez na história, o ritmo de crescimento das Caraibas superou as regiões de turismo no mundo.
Segundo o informe do estado da indústria do turismo na região das Caraibas,apresentado pela CTO, os visitantes gastaram mais de mil milhões de dólares mais do que fizeram em 2014. Se estima que deixaram ingresos à região por uns 30 mil milhões de dólares.
2015 foi o segundo ano consecutivo no qual a região tem sido superior ao resto do mundo, e o sexto ano consecutivo de crescimento para as Caraibas.
A região beneficiou-se de um aumento na confiança do consumidor nos Estados Unidos, onde um dólar forte alentou as viagens ao estrangeiro entre os estadounidenses. Outros factores inclui o aumento da capacidade de vôos e a comercialização persistente por parte de muitos destinos das Caraibas e complexos turísticos.
Consequentemente  , as viagens dos EE.UU. cresceu um  6,3% a 14,3 milhões de visitas, o que representa aproximadamente o 50% de todas as chegadas.
O mercado canadiense teve um aumento de 4,5% em 2015, com 3,4 milhões  de visitantes as Caraibas.
O mercado europeu tem conseguido avanços   significativos em 2015, registando o seu melhor desempenho em sete anos. Pela primeria desde 2008, o total de chegadas de Europa alcançou os cinco milhões , um aumento de 4,2% respecto a 2014.
As viagens a países da Organização de Estados das Caraibas Oriental cresceram um 2,1%, ao mesmo tempo que todos os outros cresceram ao menos 3%. O melhor desempenho foi o agrupamento de "Outras  Caraibas" que comprende Cancún, Cozumel, Cuba, República Dominicana, Haití e Suriname,que registrou chegadas de 11,3%.

Back to top